Seja bem vindo

"Bem aventurados os irrepreensíveis no seu caminho, que andam na Lei do Senhor. Bem aventurados os que guardam suas prescrições e o buscam de todo o coração; não praticam iniquidade e andam nos seus caminhos. Tu ordenaste os teus mandamentos, para que os cumpramos à risca. Tomara sejam firmes os meus passos, para que eu observe os teus preceitos." Salmos 119:1-5



quinta-feira, 7 de julho de 2011

Maldição hereditária: existe ou não? O que a bíblia fala?


Este é um tema que possui uma extrema discordância entre muitas igrejas, bem como também é usado como uma fonte de propaganda para muitas (de maneira errada) e também uma forma de introduzir um misticismo escandaloso ou confundir o poder do sangue de Jesus na vida do crente nele.
Tem muitos lugares que fazem as campanhas do “amuleto” para proteger contra isto, o “portal” das quebras de maldiçoes, “tirar do fundo do poço”, e outros mais, porém tudo isto é “conversa para boi dormir”. Quero com este estudo falar a verdadeira visão bíblica do assunto.
Pois bem, vamos à tão controversa e complicada pergunta com sua resposta: Maldição hereditária, existe ou não? Eu poderia responder dizendo sim ou não, mas tanto uma como outra causaria espanto e confusão. Então a resposta será sim e não! Calma que com este estudo direi o porquê respondi isto.
Noto que os pregadores, teólogos, professores de escola bíblica ou de líderes e outros mais, se equivocam ao ministrar sobre o tema (talvez por não conhecer bem ou porque lhe foram ensinados de maneira errada) ao confundir conseqüências com pecados e em outros denigrem o poder do sangue de Jesus ou erram achando que só precisa aceitar Jesus que já conserta uma pessoa em todas as áreas (corpo, alma e mente) instantaneamente quando o aceita.
Veja que no comentário acima, temos três tipos de conceitos ou correntes sobre maldição hereditária. Por isto vamos falar de cada uma, onde erram e o que é certo, para por fim chegarmos a uma resposta no fim.
O primeiro: A maldição hereditária, herdamos as conseqüências ou pecados dos antepassados?
Creio que este é o principal questionamento, que pode ser até a resposta para os outros dois. De antemão, digo que a maldição que herdamos de nossos pais não são os pecados, mas as conseqüências destes. Uma dos textos mais profundos neste tema é o de Ezequiel 18. Esta base de raciocínio colocada aqui, está bem explicada nos versículos 1 ao 4 que diz:

1  E veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
2  Que pensais, vós, os que usais esta parábola sobre a terra de Israel, dizendo: Os pais comeram uvas verdes, e os dentes dos filhos se embotaram?
3  Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que nunca mais direis esta parábola em Israel.
4  Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá.”

Como visto aqui, o que foi dito é o seguinte, quem pecar, levará sobre si o seu pecado. Os filhos não levam a culpa ou a sentença do pecado dos pais (como diz o apóstolo Paulo “o salário do pecado é a morte”), pois o texto afirma que a alma que pecar, esta morrerá, ou seja, o que comete o pecado, sobre ele está o pecado, PORÉM, os filhos podem receber as conseqüências do pecado dos pais!
O texto de 1 Reis 21:28-29 reforça o dito anteriormente no que diz respeito às conseqüências que os filhos herdam dos pecados de seus pais, pois diz: “ Entao, veio a palavra do SENHOR a Elias, o tesbita, dizendo: Não viste que Acabe se humilha perante mim? Portanto, visto que se humilha perante mim, não trarei este mal nos seus dias, MAS nos dias de SEU FILHO o trarei sobre a sua casa.” Assim, vemos que mesmo o pecado sendo perdoado, sua conseqüências ainda surtirão efeitos.
Talvez você ainda pode pensar que neste caso, tal maldição veio porque o filho de Acabe (Acazias) também pecou, mas veja que a conseqüência caiu sobre o filho não do pecado do seu pecado, e sim a conseqüência.
Outros exemplos de que mesmo o pecado sendo perdoado, ainda traz conseqüências, são os de Davi (foi perdoado, mas sua família recebeu as conseqüências deste ato), Eli, Gideão, Adão, Caim, e tem um que gosto muito (como exemplo) é o de Cam, filho de Noé.
Em Gênesis 9:20-27, vemos que quem cometeu o pecado foi Cam, porém as conseqüências deste pecado vieram sobre o filho de Cam, que era Canaã (vide o versículo 25). Noé proferiu a maldição sobre seu neto, que não teve nada haver com a história (o pecado de seu pai). Não lhe foi imputado o pecado do pai, mas sim a conseqüência.
Segundo: O sangue de Jesus não tem poder suficiente para retirar as conseqüências deste pecado!
Errado, tem poder sim! Porém, é necessário reconhecermos que herdamos este mal deles (nossos antepassados), e pedir para Deus retirar de nós tais conseqüências, sentindo arrependimento como se fossemos nós que cometêssemos estes pecados. Veja o texto de Esdras 9:1-15, principalmente nos sete primeiros versículos, vemos que Esdras confessa que o cativeiro foi um resultado dos pecados de seus pais, porém o mesmo cria que com esta confissão as conseqüências seriam retiradas.
Terceiro: Só o ato de aceitar Jesus me livra de tudo, de uma só vez.
Este é o argumento dos céticos neste assunto. Citam como base o escrito em 2 Coríntios 5:17, que diz que “se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já se passaram; eis que se fizeram novas”.
O texto em momento algum fala que aceitar Jesus significa que já se tornou nova criatura. Logo temos que perceber que o SER NOVA CRIATURA, vem de se TER UMA NOVA CRIAÇÃO. Isto é, precisa cortar os laços cada dia com o passado, retirando as raízes pecaminosas, aquilo que nos foi impresso em nossos costumes e pensamentos por nossos antepassados.
Estar em Cristo nada mais é que, dia após dia temos que morrer para nós mesmos, sermos crucificados com Cristo, e deixar Cristo viver em nós, e isto só se da gradativamente, é UM PROCESSO DE CONVERSÃO.
A salvação é imediata, a conversão é um processo. Ser perdoado dos pecados é imediato, mas se livrar das conseqüências exige reconhecê-las, pedir misericórdia, se afastar deste mal, lutar contra isto, repreender o espírito maligno que teve legalidade dada por alguém no passado, pedir que o sangue de Jesus lhe cubra, profetizar bênção no lugar da maldição.
Para os contrários a isto, digo que nascer de novo não é instantâneo, mas é um processo de purificação (nascer da água) e cada vez mais deixar os rudimentos do mundo para trás e se ligar naquilo que é de Deus (nascer do Espírito). E isto é só com o tempo.
Senão veja o exemplo de Paulo, o mesmo consentiu na morte de Estevão, porém quando chamado para Cristo, este teve que “saber o que era padecer pelo mesmo”, e isto era a conseqüência por ter perseguido a Igreja antes, tal fato que se comprova ao Apóstolo dizer “aí de mim se não pregar o evangelho”, ora, o mesmo fazia isto sabendo que cada vez mais ele tinha que progredir para a perfeição em Cristo, se livrando de tudo que recebeu no passado, pois sendo uma nova criatura, estava recebendo então uma nova criação.
Concluindo o estudo, o que herdamos não são os pecados, mas as conseqüências (vide Êxodo 20:5 e Deuteronômio 28:15-18) dos erros passados e isto não só dos nossos pais, mas também os nossos.
Muitas pessoas aceitam a Jesus e continuam aidéticas, sendo que esta doença foi adquirida no passado pecaminoso.
TODO PECADO TEM CONSEQUENCIAS! Creio que quem não gosta de acreditar nesta palavra, são pessoas que estão cheias pecados e tem medo das conseqüências. Acham que podem pecar a vontade, que tem um “Deus misericordioso” no céu que sempre vão perdoá-los, nunca se ira com eles, podem prostituir, adulterar, ser um viciado, mentiroso, idólatra, odioso, divisor, avarento, ainda mais, nem precisa se arrepender, sentir dor por seus pecados. Isto tudo é uma MENTIRA DO DIABO!
Saiba que existe muito mais a palavra IRA do que AMOR na bíblia. Entenda que aquilo que se planta se colhe. É necessário sentir dor pelos pecados seus, e até mesmo erros dos seus ancestrais. Ou você acha que o descendente de um nazista que se converteu, que exterminou muitos judeus, não precisa sentir dor, vergonha pelo passado de seu ancestral? Com alguém que tem esta ligação sanguínea, uma autoridade espiritual sobre sua vida?
O segredo para se libertar das maldições, são confessá-las e rejeitá-las. Para terminar, quem realmente nasceu de novo e se tornou uma nova criatura, esta livre das maldiçoes, pois este tem este tipo de consciência, mas quem só aceitou a Jesus, está chegando agora na Igreja, está em um processo, de deixar de ser carnal e se tornar espiritual. Este tem que se libertar ainda do passado, daquilo que lhe foi ensinado e aprender mais de Deus.
Diante disto, não adianta alguém achar que passando por uma “Porta de quebra de maldições” estará livre delas, mas é quando Cristo nos liberta completamente dos vínculos do passado, através do arrependimento, oração, processo de santificação, genuína conversão, intimidade com Deus, aprofundamento no conhecimento de Deus e pregação do evangelho.
No mais, que Deus vos abençoe, pois o que é abençoado por Deus, esta benção alcança até mil gerações!
Outros artigos que talvez lhe interessem:
Libertação e o misticismo da Igreja
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/01/libertacao-e-o-misticismo-na-igreja.html

Por que tarda o avivamento
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/01/por-que-tarda-o-avivamento.html

Ecumenismo, onde tem isto na Bíblia
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2010/12/ecumenismo-onde-tem-isso-na-biblia.html

Profetas contemporâneos
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2010/12/profetas-contemporaneos.html

Crentes tradicionais x crentes pentecostais
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/02/crentes-tradicionais-x-pentecostais-por.html

A Influência da internet na juventude
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2010/12/influencia-da-internet-na-juventude.html

Seitas e heresias: Catolicismo e adventistas
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/06/seitas-e-heresias-adventistas-do-setimo.html

Fofoca: rede de mentiras e semente do mal
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/03/fofoca-rede-de-mentiras-e-semente-do.html

E a tal teologia da prosperidade: isto é certo ou não?
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/05/e-tal-teologia-da-prosperidade-isto-e.html

Por que não vemos mais milagres hoje em dia?
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/03/por-que-nao-vemos-mais-milagres-hoje-em.html

Não deixem de ir até o final do blog para ver artigos que são os mais acessados.

54 comentários:

  1. Finalmente encontrei um estudo de verdade sobre o assunto!
    Já estava ficando agoniada com pessoas que falavam que isto é mentira e se justificando em passagens bíblicas sem interpretá-las... Eu não acreditava em maldição hereditária, até que um dia fui investigar sobre os meus antepassados , o que eles faziam e acredite fui levada a uma dimensão espiritual , vi tantas coisas que eles fizeram, fui tomada em dor física e espiritual pelo que eles fizeram, nomes de pessoas que eu nem conhecia começaram a vir a minha mente para que eu pedisse perdão pelos pecados deles...Enfim depois desse dia minha vida mudou, fui curada de um tumor, minha oração mudou , a minha família mudou e muitas outras coisas. Se vc não acredita, faça apenas um teste , se arrependa dos erros dos seus antepassados!
    Não encare como algo normal acontecer a mesma coisa com todos da sua família. Maldição Hereditária não quer dizer que vc tenha culpa dos pecados dos seus antepassados, mas a iniquidade é como um ciclo vicioso de pecados, e muitas vezes nós repetimos os mesmos erros, este ciclo precisa ser quebrado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ALGUMAS MENTIRAS E VERDADES.– Que a maldição de outra pessoa, conseqüência dos seus pecados, seja transmitida como herança a seus familiares; cada um dará conta do seu pecado. "Assim, pois, cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus." Rm 14.12
      - Que os problemas (espirituais, psicológicos e de saúde) dos filhos são conseqüência de maldição herdada dos pais. Por exemplo: a sífilis em uma criança pequena é resultado da maldição ou castigo da prostituição do pai, porém, não é a maldição em si mesma, mas sim é resultado da maldição dos pais. E neste caso a sífilis da criança não é uma maldição a ser quebrada, mas uma doença a ser curada. "A alma que pecar essa morrerá." - e não outra que não pecou. (Ez 18.4)
      "quem é dono de sua boca diz o que quer; eu sou dona dos meus ouvidos e escuto o que quero." Em resumo, as palavras humanas de maldição só terão poder em quem vier a escutá-las com temor, e venham a se deixar impressionar psicologicamente pelas mesmas. Vejamos Eclesiastes 7.21,22 – "Não apliques o coração a todas as palavras que se dizem, para que não venhas ouvir o teu servo amaldiçoar-te, pois tu sabes que muitas vezes tu tens amaldiçoado a outros."
      mentira é dizer que as palavras de maldição têm poder em si mesmas. As palavras dos amaldiçoadores são como eles próprios: "vento" (ocas, vazias ou sem poder em si mesmas), porém voltarão para eles como um bumerangue, pois quem deseja o mal aos outros está desejando para si mesmo. – "Até os profetas não passam de vento, porque a palavra [de Deus] não está com eles; as suas ameaças [maldições] se cumprirão contra eles mesmos." Jr 5.13.
      Ainda as palavras e as maldições dos prognosticadores ou profetas que não são inspirados por Deus são consideradas como PALHA – sem nenhum valor, ou possibilidade de se cumprir – Jr 23.28-31.
      Aqueles que amaldiçoam o seu próximo estão ignorantemente se colocando em curso de colisão com a própria maldição que proferem, não porque as suas palavras tenham poder em si mesmas, mas porque Deus os fará colher a maldição que está plantando para outros. – "Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois tudo aquilo que o homem semear também ceifará." "Tudo quanto, pois, quereis que os homens vos façam assim fazei-o vós a eles." (Gl 6.7; Mt 7.12).

      Excluir
  2. Amém! Que bom que este estudo lhe ajudou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse estudo me edificou bastante. Deus continue abençoando

      Excluir
    2. Muito bom!!!! Esclarecedor demais da conta.

      Excluir
  3. REENCARNAÇÃO, AS VIDAS PASSADAS

    COMPREENSÃO DOS APÓSTOLOS SOBRE A PREEXISTÊNCIA DA ALMA

    “E os discípulos de Jesus lhe perguntaram: Mestre, quem pecou, este ou seus Pais, para que nascesse cego? Jesus lhes respondeu: Nem Ele pecou, nem seus Pais, mas assim se sucede para que através dele se realize as obras de Deus (João 9. 2 a 4)”

    O passado espiritual de existências transcorridas em outras gerações, só diz respeito à própria consciência que vivencia essas situações na reencarnação.

    Ressaltamos que Jesus não censurou os apóstolos por acreditarem no ensinamento de resgates de vidas passadas. Assim também como não foi indiscreto revelando minudencias desse passado: “a preexistência espiritual” como era conhecida nessa época, conforme o ensinamento no livro de Êxodo 34. 6 a 7

    “Senhor Deus misericordioso e piedoso... Que guarda a beneficência em milhares, que perdoa a iniqüidade e a transgressão e o pecado, e que visita a iniqüidade dos pais sobre os filhos e sobre os filhos dos filhos até terceira e quarta geração”.

    As Mulheres receberam pela ressurreição os seus Mortos, uns foram torturados não aceitando o seu livramento, o resgate para alcançarem uma melhor ressurreição... Paulo (Hebreus 11, 35 a 40)

    Mulher recebendo a ressurreição, ou seja, concebendo a ressurreição carnal, é o mesmo que reencarnação física;

    Mulher = templo que dá a luz aos seres na vida física;

    Mortos = almas dos antepassados;

    Alguns mortos se torturam porque se angustiam com as provas e provações a serem concluídas;

    Livramento = superação do carma (pecados);

    Uma MELHOR Ressurreição = ressurreição superior para a vida no plano divino celestial

    Os Apóstolos de Jesus compreendiam a preexistência e predestinação do Ser, e tinham noções da Alma e do seu renascimento na existência material para expiações do passado espiritual no mesmo grupo familiar, conforme o ensinamento do Antigo Testamento – vide Êxodo 20. 5; e Números 14. 18; e segundo a esperança que o povo hebreu aguardava na ressurreição carnal (reencarnação) dos espíritos dos antepassados em futuras gerações - vide Ezequiel 37. 1 a 14; e de acordo o apóstolo Paulo testificou séculos depois em Hebreus 11. 35 a 40. Por isso eles levantaram essa questão ao Orientador Celeste: a razão daquele defeito de nascença?

    - Se era o espírito de um antepassado que renascera no mesmo grupo consangüíneo a fim de sanar o seu carma familiar?

    Jesus não censurou os apóstolos por acreditarem em reencarnação, assim também como se reservou de vasculhar os erros do passado preexistencial daquela criatura; demonstrando elevada sensibilidade diante dos problemas da existência com ética aliada ao bom senso, esclarecendo que aquela alma acima de qualquer provação humana, cumpria a obra divina da evolução espiritual.

    Na primeira e segunda geração dos Pais seguem-se os Filhos e Netos, geralmente convivem na mesma época. Entretanto, permanecendo a ingratidão e desafeto familiar além-túmulo era crença comum dos hebreus à iniciação das Escrituras sagradas do Antigo Testamento, que o Ser (espírito) retornava pelos laços consangüíneos renascendo na vida material num intervalo de até terceira ou quarta geração, nas vestes físicas de um bisneto ou tataraneto para refazer as tarefas morais interrompidas.

    A fim de anular interpretações arbitrárias no tempo, pois algumas ramificações do mosaísmo estavam desvirtuando os ensinamentos supondo que Deus era implacável e injusto, e que inocentes resgatavam as injustiças de outrem, ou seja, a conseqüência do mal tinha um efeito cego e cascata, visto que gerações sucessivamente: primeira, segunda, terceira e até a quarta descendência ficavam sujeitas na íntegra a responderem por iniqüidades de um antepassado faltoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanta cegueira meu Deus!!!! Que interpretação mais xula das escrituras, parece ate uma piada irônica do texto, tem que estar cego pra fazer uma leitura tão distorcida assim. Nada a ver , esta visão nem pode ser chamada de visão, mas cegueira. Busque orientação vc esta sendo enganada

      Excluir
    2. uma observacao...
      tanto em Joao, quanto em Hebreus é mencionado pais e filhos(se referindo a uma maldicao hereditaria e nao uma reencarnaçao, afinal reencarnaçao nao seria de pai para filho e sim entre pessoas distintas(se essa teoria fosse veridica)

      Excluir
  4. REENCARNAÇÃO, lei natural dos renascimentos educadores no plano físico carnal, AOS ESPÍRITOS

    E para comprovar que a responsabilidade é pessoal de cada Ser nos caminhos da vida, clareando a razão e demonstrando que a cobrança não altera o endereço e que os protagonistas do erro é que irão purificar as energias, foi que Deus revelou séculos depois ao profeta Ezequiel, ver no seu livro 18. 1 a 32:

    “A Alma que pecar, essa mesma morrerá, ou seja, sofrerá os resultados da ação e reação... O Filho não levará a maldade do Pai, nem o Pai levará a maldade do Filho...” Isto é, o efeito do mal não prescreve além-túmulo. Assim, é o próprio Ser (espírito), e não outra personalidade qualquer que sofre, purifica as suas próprias faltas diante da vida, em várias etapas das existências físicas se for necessário, reajustando-se perante a sua própria consciência culpada na terceira ou quarta descendência do grupo familiar que se comprometeu.

    E nem todas as Almas que renascem na vida material em corpos deficientes estão resgatando pecados, acontece também que seres de grande inteligência, almejando apressar logo a razão e virtudes divinas e para fortalecerem-se contra as tendências inferiores reencarnam com certos bloqueios físicos mais acentuados, geralmente essas criaturas são bem conformadas e felizes. Nesta ordem se relacionava aquela Alma que renascera obstruída da visão e que pela sua boa-vontade se tornara cooperadora indireta da obra salvadora do Cristo, mas que não estava expiando débitos cármicos de passado espiritual, e sim cursando uma provação benfeitora, fazendo do seu próprio corpo um testemunho vivo de paciência, resignação, humildade e fé, para que através daquela cura que o Médico Celeste iria operar: A glória Divina da regeneração humana se manifestasse.

    - “Glorificai a Deus nos vossos corpos e nos vossos espíritos, os quais pertencem a Deus (I Coríntios 6. 20).”

    Se os seres espirituais estivessem submetidos a apenas uma única existência material, e após essa existência a situação deles além-túmulo estivesse irrevogavelmente decretada sem oportunidades de crescimento moral e intelectual aos mesmos, não haveria sentido e nem justiça na criação uns nascerem cegos, outros estropiados, e muitos com as mais diversas desordens físicas e mentais.

    Ressurreição e reencarnação são estágios de vida que se complementam ao longo dos caminhos da eternidade objetivando o aperfeiçoamento interior do Ser.

    É consciente lembrar que o Poder Divino é ilimitado em misericórdia facultando oportunidades de melhoramento aos espíritos que, àqueles que aceitam de boa-vontade os planos de reparações e resgates e que trabalham pela regeneração de si próprios, ao invés de expiações os mesmos se elevam às provações missionárias (Hebreus 12. 6 a 10).

    O apóstolo Paulo assim notificou na epistola aos Hebreus porque muitos tinham consciência que as almas dos antepassados retornavam no mesmo grupo consanguíneo na terceira, ou quarta geração para resgatarem dívidas morais, conforme ensinamento aos povos hebreus 11. 35

    Esse ensinamento está em perfeita concordância com a predestinação dos seres através da preexistência (VIDAS PASSADAS):

    “aos que dantes conheceu também os predestinou... E aos que predestinou a estes chamou; e aos que chamou a estes justificou; e aos que justificou a estres também glorificou” (Romanos 8. 29 -30).


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hebreus 9:27
      E tal como esta determinado que os homens morram só uma vez, e depois disso vem o julgamento.
      O que me diz?

      Excluir
  5. JESUS CURA O PARALÍTICO EM BETESDA E O ADVERTE SOBRE O CARMA DA REENCARNAÇÃO, CÉUS

    O passado espiritual de existências transcorridas em outras gerações, só diz respeito à própria consciência que vivencia essas situações na reencarnação.

    Por isso é que, quando os Discípulos de Jesus perguntaram se o Cego de nascença estava resgatando pecados de outras vidas Jesus foi ético e se reservou de expor as minudencias da preexistência espiritual do Cego (João 9. 2-4). Mas, diante do Paralitico de Betesda que sofria há 38 anos, e depois que recebe a cura pelas mãos de Jesus, o Mestre lhe faz severas advertências em particular para não continuar pecando a fim de não recair em sofrimentos maiores (João 5. 1-14)

    O acaso não acontece na Justiça da Vida que é orientada pela Divina Sabedoria, tudo tem uma razão justa de causa e efeito. E quando Cristo operava a regeneração do corpo e da Alma, sentenciava o juízo celeste: “teus pecados te são perdoados”, então a Misericórdia Divina liberava aquela criatura que estava presa aos grilhões das expiações.

    O Paralítico de Betesda (João 5. 1 a 14) é um exemplo real deste parecer, estava resgatando o seu carma - o princípio natural de ação e reação. E como a sua dor tinha um efeito demorado, pois há 38 anos sofria aquela inibição, e nada fizera naquela atual existência, fatalmente nascera assim. A causa, naturalmente, remontava um passado de vida que jazia escondido na preexistência daquela Alma sofredora. Depois de purificada por Jesus recebeu esta advertência: Não peques mais, para não te suceder coisas piores, isto é, expiação mais grave (João 5. 14).

    A doutrina do Cristo é todo um código de comportamento ético-moral: “Não faças a alguém o que não queres para ti...; Se, porém, não perdoardes aos homens as ofensas que os mesmos cometem contra vós, tampouco o vosso Pai celestial vos perdoará os vossos pecados... Pai! Perdoai os nossos pecados assim como perdoamos a quem nos tem ofendido”

    Elucida com discernimento que a paz de qualquer criatura tem extrema relação com a boa convivência social, e sempre finaliza onde inicia a harmonia do seu próximo, porque em tudo isto está implícito "o amor a Deus de todo coração, de todo entendimento; e o amor ao próximo como a si mesmo". (Mateus 6.15 / 7.12 / 18. 33-35)

    E no decurso das relações dos povos existem ações maldosas que perturbam tanto a nossa paz íntima quanto o bem estar das pessoas. A essas faltas graves que violam os direitos e deveres dos seres racionais e lesam a consciência espiritual foi que Cristo considerou-as “pecado contra o espírito (Mateus 12. 31 a 32)”, que não teria perdão nem na existência presente e nem tampouco naquela que haveria de ocorrer em outro século, isto é, noutra geração - a analogia da reencarnação; porque causa no próprio ser infrator, espírito criado à imagem do seu Criador, desequilíbrio de efeito irreversível nos centros de força da alma.

    E para que o ser espiritual não permaneça em uma situação eterna de sofrimentos indefiníveis na vida além, a Misericórdia Divina lhe concede no desdobrar dos séculos um novo nascimento no mundo carnal a fim de que a criatura possa trabalhar a sua própria reabilitação, reedificando a consciência ferida nos instrumentos desprezados outrora, vide ensinamento do apóstolo Paulo em Gálatas 6. 7 a 9:

    Porque tudo o que a criatura semear, isso também colherá... Quem semeia “o mal” na existência carnal, na própria carne ceifará a degeneração - a corrupção.

    E não desanimemos de realizar sempre o bem, porque a seu tempo ceifaremos “coisas boas”, se não houvermos desfalecido...

    ResponderExcluir
  6. VISÃO DA REENCARNAÇÃO NO ANTIGO TESTAMENTO BÍBLICO

    Profetiza ao Espírito, ó Filho do Homem, e diz ao Espírito: assim diz o Senhor Deus, vem dos quatro ventos, e assopra sobre estes MORTOS para que vivam (Ezequiel 37. 9);

    E olhei e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima.... (Eles quem? Os espíritos das pessoas que viveram na Terra, e que padeciam no plano metafísico dos mortos)

    E vos farei sair do além-túmulo e vos trarei à existência terrestre...

    E porei em vós o meu Espírito e vivereis, e vos porei na vossa terra, e sabereis que eu sou o Senhor (Ezequiel 37. 14)

    (Ezequiel 37. 1 a 14) século VI antes do Cristo



    O principio dos diversos ciclos existenciais do Espírito nos fluidos carnais do mundo terrestre para cumprir a perfeição intelectual e moral - a reencarnação, fazia parte dos ensinamentos e crenças do povo hebreu sob o nome de ressurreição carnal, isto é, a volta do Ser (Espírito) às atividades da vida material em outras gerações, conforme o mandado divino ao Profeta Ezequiel que fora arrebatado em espírito (projeção mental) e contemplara na erraticidade o vale dos mortos – sheol na linguagem hebraica, ou seja, dimensão espiritual onde permanecem as almas desencarnadas que não conseguiram transpor os degraus do infinito celeste porque estão presas ainda aos liames do mundo terrestre e se auto-martirizam pensando que estão cortadas do contexto da vida celestial, por isso elas ficam temerosas quanto ao futuro que lhes está reservado (Ezequiel 37. 11 “nossos ossos secaram nos túmulos, e pereceu a nossa esperança”).

    Seres espirituais que trespassaram há muito tempo os seus restos mortais além-túmulo, e que estavam sem esperanças na eternidade porque haviam fracassado em suas provações humanas, e em situação de sofrimentos indefiníveis consideravam-se apartados do contexto celestial tal qual aquele homem rico que após a sua morte física a sua alma clamava arrependido do seu estado penoso no além, vide ensinamento de Jesus em Lucas 16. 19 a 31.

    E recebendo um novo chamado de Deus através dos quatro ventos que são os elementos da natureza cósmica, segundo os sábios da Antigüidade, assim representados pelas forças elementares: água, ar, terra e fogo.

    água = substancia essencial que gera a vida animal;

    ar = oxigênio, atmosfera também formula aquosa;

    terra = elemento químico estrutural dos corpos;

    fogo = energia, vida, espírito;

    A fim de revestirem-se novamente em outras gerações das fibras carnais, ossos, nervos sanguíneos, carne e pele... E habitarem a Terra seguindo o ciclo natural da evolução espiritual para trabalharem a reabilitação futura (Ezequiel 37. 6 -9).

    Partindo desta revelação, os hebreus acreditavam que até os Profetas do Senhor poderiam reviver na existência material, em outra época, em outro corpo carnal para desempenhar qualquer missão instrutiva, ver Mateus 16. 13 a 16 onde descreve Cristo preocupado com a opinião pública, pois muitos o tinham como sendo a reencarnação de Jeremias (profeta que vivera há mais de 5 séculos passados), ou outro qualquer dos profetas do Antigo Testamento vide Lucas 9. 18 a 22 (período bíblico decorrido 10 séculos anterior a era cristã).

    Vejamos esta outra passagem: O rei Herodes estava apreensivo com a prisão de João Batista, e temia uma reação popular, pois era comentário geral: que João era a ressurreição carnal isto é, a reencarnação de um dos profetas do passado hebraico, ou seja, antiguidade antes da era cristã que compreende 1000 anos a.C., por isso ele o Batista era possuidor de grande personalidade e estava realizando muitos fenômenos (Mateus 14. 1 a 5) (Lucas 9. 7 a 9).

    ResponderExcluir
  7. REENCARNAÇÃO, lei natural biológica que preside as causas hereditárias


    A revelação de Deus ao profeta Ezequiel, quando em visão espiritual contempla o desdobrar do submundo invisível, onde Almas desencarnadas lamentam os erros de suas encarnações humanas no seio israelita e são chamadas pelo Poder Divino através das gerações para novas reencarnações terrenas, é a compreensão racional dos ensinamentos estabelecidos nas seguintes passagens bíblicas:

    1) Divina misericórdia que tem poderes para sancionar a regeneração dos erros das criaturas em seus grupos consangüíneos a partir da terceira ou, quarta gerações futuras, vide Êxodo 20. 5 e Números 14. 18.

    2) Justiça com equidade, isto é, não há desvio de cobrança na contabilidade divina: a própria Alma que errar essa mesma sofrerá as conseqüências de causa e efeito Ezequiel 18. 1 a 32, retornando em novas provações num prazo a partir da terceira ou quarta gerações sucessivas.

    3) E conforme o apóstolo Paulo esclareceu séculos mais tarde os princípios da ressurreição, vide livro de Hebreus 11. 35: que as mulheres hebréias concebiam a ressurreição via carne, ou seja, a reencarnação nos fluidos da vida humana para a passagem de ligação às almas dos seus antepassados (aqueles que regressavam do plano metafísico dos mortos onde muitos sem esperanças sofriam, vide livro do profeta Ezequiel cap 37).

    Eis a razão da tortura moral ou angustia psicológica das almas confirmada nessa passagem hebraica 11. 35, até cumprir o livramento para alcançarem uma nova etapa de progresso no curso incessante do aperfeiçoamento à ressurreição plena e divina da vida superior celeste.

    As orientações bíblicas: Ezequiel 37. 1-14 e Hebreus 11. 35 são melhores compreendidas com as narrações espíritas. As almas no plano extrafísico amparadas pelos agentes da Providencia Divina, vivendo o período que antecede a sua volta ao plano físico carnal para um novo nascimento que lhes faculta meios de nova aprendizagem a fim de evoluir intelectual e moral, é ciente que algumas entram em estado momentâneo de abatimento psicológico e relutam com as provações a serem submetidas, porque analisam toda a sua história preexistencial após adentrar os clichês mentais da subconsciência espiritual, onde vêem os erros que devem corrigir para crescerem interiormente. Tudo isso é algo que beneficia a ascensão do ser para o macro plano de Deus da vida eterna e venturosa nos mundos divinos.

    Por isso é que Paulo analisa em Hebreus 11. 35: “Mulheres do povo hebreu conceberam pela ressurreição os seus mortos (antepassados), uns foram torturados (isto é, muitos, vários, indefinida essa quantidade). Apesar de ser o livramento para se alcançar a superior ressurreição”.

    ResponderExcluir
  8. Abrahão, meu amigo, não distorça os textos bíblicos pelo amor de Deus.

    Como você copia, que dizer, escreve!

    Mais uma vez, bíblia e espiritismo não combina, o texto que fiz não colabora com a doutrina espírita.

    Outra coisa, mais uma vez em Hb. 11:35 você erra. Já te expliquei o que este texto fala.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Samuel,

      Você frisou muito bem: " o texto que fizeste não colabora com a doutrina espírita". Isto porque a tua visão tá distorcida até mesmo do Evangelho do Cristo.


      Excluir
    2. O dia que eu distorcer o evangelho de Cristo, serei espírita ou católico.

      Excluir
    3. Meu querido irmão,eu tambem concordo que as maldições hereditarias são consequencias dos pecados,mas como você explica a passagem em João 9:

      E, passando Jesus, viu um homem cego de nascença.
      E os seus discípulos lhe perguntaram, dizendo: Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?
      Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
      João 9:1-3

      Pode ser usado de base pra dizer que filhos herdam maldições dos pecados dos pais??

      Excluir
    4. Nos, meros pecadores queremos achar justificativas pra tudo e foi oque os discipulos fizeram..Mas o próprio Jesus responde que nao é culpa de ninguem,e sim apenas vontade de Deus!

      Excluir
  9. Mestre quem pecou ele ou os seus pais para que nascesse cego? (João 9. 1 – 3)

    Quem faz essa pergunta diretamente para o caso de um cego de nascença, é porque acreditava, ou, ouvira falar desse ensinamento.

    Observamos que Jesus não censurou os apóstolos por acreditarem no ensinamento de resgates de vidas passadas. Assim também como não foi indiscreto revelando minudencias desse passado: “a preexistência espiritual” como era conhecida nessa época, conforme o ensinamento no livro de Êxodo 34. 6 a 7 “Senhor Deus misericordioso e piedoso... Que guarda a beneficência em milhares, que perdoa a iniqüidade e a transgressão e o pecado, e que visita a iniqüidade dos pais sobre os filhos e sobre os filhos dos filhos até terceira e quarta geração”.

    O apóstolo Paulo assim notificou na epistola aos Hebreus porque muitos tinham consciência que as almas dos antepassados retornavam no mesmo grupo consanguíneo na terceira, ou quarta geração para resgatarem dívidas morais, conforme ensinamento aos povos hebreus 11. 35
    Esse ensinamento está em perfeita concordância com a predestinação dos seres através da preexistência (VIDAS PASSADAS): “aos que dantes conheceu também os predestinou... E aos que predestinou a estes chamou; e aos que chamou a estes justificou; e aos que justificou a estres também glorificou” (Romanos 8. 29 -30).

    Por isso é que AS MULHERES HEBRÉIAS recebiam, isto é, concebiam pela ressurreição carnal que é o mesmo que a reencarnação os seus mortos ( almas dos antepassados). E, essa ressurreição por meio da Mulher tinha um objetivo elevado: alcançar uma superior ressurreição (vida nova) (Hebreus 11. 35)

    Ainda com relação ao cego de nascença curado por Jesus: Nem todos que renascem na existência material em corpos deficientes estão resgatando carmas (passado espiritual). Almas bem conscientes são submetidas por provas como meio de crescimento espiritual para o Reino de Deus, por isso que Jesus esclareceu: “ele nasceu assim para que se manifestem nele as obras de Deus” Aqui também está introduzido o ensinamento da predestinação (vidas sucessivas)

    Quando a causa revelava carma (consequências de pecados resgatados de vidas passadas), Jesus simplesmente dizia: “teus pecados te são perdoados”.. E depois da cura do corpo e da alma ainda advertia: “não peques mais, para não te acontecer coisas piores”. Como demonstra o caso do Paralítico de Betesda que há 38 anos sofria, desde o seu nascimento (João 5. 1 – 14)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. amigo,respeito a sua opinião,mas não concordo com nada disso que vc disse e crê,para o homem uma só vida e uma só morte,para que ele defina onde quer passar a eternidade,nada haver esse negocio de vida passadas ..o sacrificio de JESUS seria nulo se eu tivesse uma outra vida pra viver e outra como viver uma vida pela qual eu não me lembro de nada que eu fiz e como me arrepender de pecados que eu não me lembro?eu não acredito em nada disso!!!eu gostaria de ouvir e ter uma visão de um irmão evangélico,mas respeito a sua opinião mas não concordo com nada!

      Excluir
    3. A Justiça Divina que rege a existência dos seres inteligentes NÃO TRANSFERE o Karma evolutivo de um ser para OUTRO ser.

      KARMA: principio de ação e reação, lei de causa e efeito. Em palavras simples aquele que SUJAR a sua veste é quem vai lavar a sua própria roupagem. Diz o ditado popular: ROUPA SUJA SE LAVA EM CASA.

      É bíblico: A RESPONSABILIDADE É PESSOAL – A ALMA QUE PECAR ESSA MESMA MORRERÁ (Ezequiel 18. 1- 20), ou seja: Ela mesma é quem sofrerá as consequências de causa e efeito no tempo e espaço. Os pecados mortais geram LESÕES na alma. E, VOLTAR à existência carnal terrestre a fim de REGENERAR o karma é como se fosse para a alma sofredora retornar ao vale da morte “MUNDO DE SOFRIMENTOS”. Na verdade, tem o lado benéfico o aprimoramento da alma.
      O mundo carnal é formado de células, que são “micro-vidas” que reestruturam o equilíbrio salutar da alma. A REENCARNAÇÃO NÃO É PUNITIVA, E SIM, EDUCADORA... Analisemos o que Jesus alertou ao paralítico curado por ele no tanque de Betesda (João 5. 1 -15). O paralítico sofria por longo período de existência carnal - 38 anos. Depois de curado recebeu esta advertência: “Eis que já estás SÃO; não PEQUES mais, para que não te suceda alguma coisa pior” (João 5. 14). Jesus demonstra claramente que o sofrimento do paralítico era motivado pelos erros que o mesmo cometera.

      Deus é a luz da vida (João 8. 12). E da vida não se zomba e nem se escarnece. TUDO O QUE O HOMEM SEMEAR, isso também ceifará. Porque o que semeia NA SUA CARNE, da carne ceifará a corrupção (Gálatas 6. 7-9). É MAIS QUE JUSTO lavar a roupa onde ela foi manchada. A existência carnal Deus estruturou para a evolução da alma, ou seja: o seu aprimoramento intelectual e moral.

      DEUS é tão bom! Tão bom mesmo! Que dá a BÊNÇÃO DO ESQUECIMENTO TEMPORÁRIO à ALMA para que a mesma não se torture indefinidamente com as suas lembranças infelizes de suas REENCARNAÇÕES. E nem mesmo João Batista que já era um espírito de nível superior em relação ao homem de seu tempo (Mateus 11. 11), tinha lembrança lúcida de sua reencarnação quando fora o profeta Elias (João 1. 21). NO ENTANTO, Jesus revelara confirmando as profecias que anunciavam o retorno de Elias como o mensageiro que prepararia a alvorada da boa nova do Cristo de Deus (Malaquias 4. 5-6) (Lucas 1. 15 -17) (Mateus 11. 10) (Mateus 11. 14) (Mateus 17. 12-13)

      A REENCARNAÇÃO é programada pelas afinidades e ascendências da alma. NADA É POR ACASO

      “A cada um segundo as suas próprias obras” – finalizou Jesus.


      Excluir
    4. PLANETA TERRA, MUNDO DE PROVAÇÕES, CÉUS

      A Terra, conseguintemente, oferece um dos tipos de mundos provações, cuja variedade é infinita, mas revelando todos, como caráter comum, servir de lugar de exílio para Espíritos rebeldes à lei de Deus. Esses Espíritos têm aí de lutar, ao mesmo tempo, com a perversidade dos homens e com a inclemência da Natureza, duplo e árduo trabalho que simultaneamente desenvolve as qualidades do coração e as da inteligência. É assim que Deus, em sua bondade, faz que a própria provação redunde em proveito do progresso do Espírito. (capítulo III, item 15, Evangelho Segundo o Espiritismo – Allan Kardec)

      Ordenou o Criador no princípio: Crescei para a vida. E repetimos: crescei em inteligência, em amor, em sabedoria, em virtude, em moral... O progresso é lei natural e é destinado a tudo e a todos. A própria matéria atinge com o passar das eras novas fontes de energia e calor.

      O Criador dá a vida, o material, as oportunidades, a assistência invisível... Para que nós mesmos possamos através das existências físicas edificar a nossa própria perfeição final. O Ser, parte praticamente do ponto zero no intelecto, e terá que crescer em inteligência, em fraternidade, em sabedoria, subindo o infinito universal da vida espiritual. Assim é, que, todas as Almas, são criadas no princípio, simples e sem conhecimentos, entrando no decurso das existências dos Mundos Primitivos que representam as primeiras encarnações e estágios de consciência da Alma. E ai terá que passar para o ciclo das Provações a fim de adquirir níveis de consciência espiritual, isto é, desenvolver a inteligência no aspecto intelectual e moral, espiritualizar-se em amor e sabedoria. As duas forças que conduzem o Ser à perfeição espiritual segundo à imagem e semelhança divina dos seres angelicais.

      As provas no plano material para o crescimento celeste do Ser, representam os cursos de aulas de aperfeiçoamentos da personalidade, a porta de acesso aos planos superiores da vida eterna. Muitos atingem os objetivos esperados e partem para novas conquistas espirituais; Outros se mantêm refratários ao bem, às leis naturais e perdem preciosas oportunidades de elevação; E muitos outros, se desvirtuam completamente da racionalidade contraindo pesados reajustes no tempo e espaço de suas existências imortalistas.

      Deus concede a prova da saúde, ou da coragem, para o Ser trabalhar e ajudar o progresso material e espiritual terrestre;

      Deus concede a prova da riqueza, ou do conhecimento, para o Ser desenvolver novos aspectos de melhoramento social;

      Deus concede a prova da inteligência, ou do poder, para o Ser ajudar a evolução dos irmãos da retaguarda;

      Deus concede a prova da ciência, ou das artes, para o Ser criar benefícios e tornar a vida mais saudável;

      Deus concede a prova da beleza, ou a força do carisma, para o Ser realizar a integração social, irradiando simpatia e confraternização com os semelhantes;

      Deus concede a prova da pobreza, ou desprendimento, para o Ser adquirir a humildade e a confiança;

      Deus concede a prova da enfermidade para o Ser desenvolver a fé e a paciência;

      Deus concede a prova da inibição física, ou até mesmo intelectual, para o Ser desenvolver interiormente a harmonia do belo;

      Deus concede a prova da adversidade para o Ser cultivar a compreensão, praticar o perdão e crescer em fraternidade;

      Deus concede a prova da paternidade, e ou maternidade para a criatura crescer como Ser...

      Deus concede a prova da morte física para o Ser espiritual renovar-se para a eternidade...

      E se o Ser supera todas as perspectivas de aprendizado dando lições de amor e dignidade à vida, as suas provas crescem aos olhos de todos beneficiando a muitos com o exemplo edificante, elevando a criatura à categoria de missionário do bem e da verdade. Foi o que levou o Cristo a bendizer a boa-vontade do Cego de nascença, esclarecendo que o mesmo se fazia reflexo da obra da evolução e vontade divina (João 9. 3).

      Excluir
    5. PLANETA TERRA MUNDO DE PROVAÇÕES

      “Porque o Senhor corrige o que ama, e prova a qualquer que recebe por filho.

      Se suportardes a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija?

      Mas, se estamos sem disciplina, somos então bastardos; e não filhos.

      Além do que tivemos nossos pais humanos e que nos corrigem quando erramos, e nós os reverenciamos; não nos sujeitaremos muito mais a Deus – o Pai dos Espíritos, para vivermos como seres imortais? A fim de que sejamos educados e dignos de participar da sua santidade!”.

      Paulo (Hebreus 12. 1 a 11)

      A vida se encadeia na mais perfeita harmonia. Os olhos que contemplam as belezas do mundo exterior, não podem chegar à Alma e criticar as funções internas do estômago na elaboração de resíduo orgânico. Se todos os homens fossem industriais, quem trabalharia a terra para garantir a alimentação imprescindível à subsistência? Se não existissem enfermos, a ciência médica estaria na estaca zero, em matéria de pesquisa e conhecimento do corpo humano.

      E como Professores conscientes não endossam a irresponsabilidade do aluno repetente. As Leis da Vida distribuem a cada um segundo as suas próprias obras. E aqueles que não completam as suas provas no plano físico, a elas podem retornar, em outras vidas materiais, na Terra; ou em outros orbes primários espalhados na imensidão do Cosmo e em condições mais complexas. Eis as purificações do Ser, na busca da sua perfeição, com vistas à vida perene do espírito nos planos celestiais do universo espiritual.

      Aqueles que abusam dos valores da saúde, ou da coragem, para humilhar e ferir; recomeçarão suas provas frágeis e amargurados pela aflição.

      Aqueles que abusam dos benefícios da riqueza, ou do conhecimento, para fins exclusivamente egoísticos; recomeçarão suas provas no abandono e carentes de tudo.

      Aqueles que abusam da inteligência, ou do poder, para fins separatistas; recomeçarão suas provas nos últimos degraus da subalternidade, e num ambiente completamente contrário a fim de que aprendam a valorizar a simplicidade das coisas.

      Aqueles que abusam das ciências, ou das artes, para fins perniciosos e imorais, alastrando o mal em mentes frágeis; recomeçarão suas provas com inibições intelectuais bem reprimidas.

      Aqueles que usam da beleza, ou da força do carisma, para seduzir, exibindo-se ou isolando-se no orgulho; recomeçarão suas provas sentindo na pele os reveses da forma física.

      Aqueles que não aproveitam a pobreza para se desprenderem da matéria, crescendo interiormente, perdem preciosas oportunidades de elevação, tendo que recomeçar provas mal acabadas.

      Aqueles que se revoltam na enfermidade amaldiçoando o tempo recomeçarão suas provas ainda com os centros de força da alma recalcados de amarguras.

      Aqueles que não abençoam a adversidade se desligando do mal, recomeçarão suas provas ainda no jugo da desesperação.

      Aqueles que fogem das obrigações da paternidade, e ou maternidade, abandonando, rejeitando, ou sufocando os rebentos da carne: reiniciarão suas provas na mendicância da vida.

      Aqueles que não desenvolveram na intimidade da consciência as faculdades criadoras da Alma – a fé, o amor, a iluminação para atravessarem as provas purificadoras da vida, sofrerão desgostos com o tempo perdido.

      Excluir
    6. ACREDITO QUE EM EZEQUIEL 18, DEUS ANIQUILA AS MALDIÇOES HEREDITARIAS. EXITEM CASOS NOS DIAS DE HOJE QUE, PAIS SAO TOTALMENTE PECAMINOSOS MAIS FILHOS SEGUEM RUMOS DIFERENTES. O TEXTO E BEM CLARO, CADA UM LEVARA AS SUAS MALDADES. EM VARIAS PASSAGENS BIBLICAS DEUS VAI ESTA FAZENDO MENSÂO DE QUE, CADA UM LEVARAO CONCEQUENCIAS PELO SEUS ATOS. EX; A LEI DA SEMEADURA, QUE VC COLHE EXATAMENTE O QUE VC PLANTA. A ALMA QUE PECAR ESSA MORRERA.




      Excluir
  10. REENCARNAÇÃO

    VIDA ABUNDANTE

    - Alegam os contraditores da reencarnação bíblica: A reencarnação nega a salvação pela graça, sendo contrária ao sacrifício de Jesus em morrer pela remissão dos pecados humanos. A pessoa tem que aceitar a Jesus é nesta vida, porque no Além não tem mais chances de arrependimentos.

    Refutação lógica: A reencarnação Jamais invalida o sacrifício de Jesus na cruz. Pelo contrário, a reencarnação é exatamente o poder da graça de Deus em abundancia ilimitada alcançando vários planos mentais das existências sucessivas tanto na Terra, quanto no Além espiritual. A graça não é, portanto restrita, discriminatória, como se prescrevesse assim: ou me aceitas na existência humana, ou não terás outras chances além. Deus não cobra pedágios da Alma para a sua salvação, apenas pede a vivência do amor fraterno e divino para a conscientização da vida celeste.

    A Boa Nova de Jesus não são leis inflexíveis.

    Todos aqueles que compreendem e vivenciam que JESUS CRISTO É A LUZ DO MUNDO, percebem que não estamos sob o JUGO DE LEIS ABSURDAS E INJUSTAS, e sim NA GRAÇA E ABUNDÂNCIA DA VIDA (João 10. 10).

    DEUS assim não fica sendo um deus limitado incapacitado de educar suas criaturas, deus de mortos como o deus dos saduceus (Lucas 20. 38), deus que obra pelos impulsos igual a natureza humana como o deus dos fariseus. E, SIM um DEUS DA VIDA ABUNDANTE EM CRISTO (João 10. 10), DEUS ESPÍRITO (João 4. 24), DEUS PAI DOS ESPÍRITOS (Hebreus 12. 9), DEUS TODO-PODEROSO EM TODOS OS SENTIDOS - O Pai Celestial, pois faz nascer o sol sobre os bons e sobre os maus (Mateus 5. 45). “E porque o DEUS de Jesus é o DEUS de todos os povos – Romanos 3. 29 e, João 20. 17” E também o Deus de todos os seres da criação universal, visível e invisível. Por isso foi que Jesus desceu em espírito nos abismos da vida espiritual (Efésios 4. 8 a 10); e pregou a boa nova de amor, paz e perdão aos espíritos em prisão, os quais em outros tempos foram rebeldes à bondade divina (I Pedro 3. 18 a 20).

    Não temais os que matam o corpo e não podem matar a Alma; temei antes aquele que pode fazer expirar no inferno a Alma e o corpo (Mateus 10. 28) O inferno são criações mentais das almas humanas rebeldes à ordem, à paz, e ao bem geral. E sempre que existirem consciências rebeladas no mal, existirá o inferno. Porém, as almas não ficam sofrendo indefinidamente no inferno. A Justiça Divina não pode ser inferior à Justiça dos homens.

    Se alguma instituição religiosa ensina que após a morte corporal a criatura não tem mais chances de trabalhar o seu arrependimento para o Reino Divino, é porque essa instituição desconhece este ensinamento evangélico: “Porque por isto foi pregado o Evangelho também aos mortos para que, na verdade, fossem julgados segundo os homens na carne, mas vivessem para Deus em espírito” – I Pedro 4. 6

    Com a era cristã, são chegados os tempos, em que os mortos podem ouvir a voz do Cristo de Deus, e os que a ouvirem viverão... (João cap. 5 vers 25)

    No cenário da existência terrestre, abre-se perspectiva de oferecer aos seres diversas fases de aprendizado ou provações, com a finalidade das criaturas alcançarem a perfeição para o plano divino. Nesta grandeza, o que representaria 100 anos de provações no mundo terrestre em comparando-se com a glória da vida eterna? Sem o elo da reencarnação que o ser espiritual atravessa nos mundos materiais com o objetivo de conseguir o aperfeiçoamento intelectual e moral, jamais compreenderíamos a Justiça Divina que governa os Céus, com sabedoria e equidade.

    ResponderExcluir
  11. REENCARNAÇÃO

    SALVAÇÃO


    Alegam os contraditores da reencarnação bíblica: Se existe a reencarnação como objetivo da alma evoluir para o reino celestial, então porque Jesus prometeu ao ladrão que morria crucificado no gólgota: “hoje mesmo estarás comigo no paraíso”


    Refutação lógica: Religiosos entendam: Com Jesus só há motivos benéficos em se vivenciar lei de amor, solidariedade e crescimento espiritual para Deus.

    Jesus clarificou a divina misericórdia de seus ensinamentos, avivando: Há mais alegria dos anjos no Céu pelo o arrependimento de um só pecador, do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimentos (Lucas 15. 7- 10).

    Assim como um Médico leal aos preceitos da ética jamais dirá a uma pessoa sofrendo na UTI: não vou te prestar assistência, teu caso não tem solução, pois vás morrer dessa doença! E sim, ele dirá consciente na sua missão socorrista: enquanto há vida, há esperança!

    Igualmente Jesus, o divino médico das almas humanas, jamais deixaria de amparar as almas sinceras em seus arrependimentos, na hora crucial de sua transição da existência carnal, para o plano espiritual. “Porque o Filho do homem não veio para destruir as almas dos homens, mas para salvá-las” (Lucas 9:55-56).


    Jesus veio buscar e salvar o que estava perdido (Lucas 19. 10). E Jesus é o divino condutor de todas as dimensões espirituais de vida inteligente que compõem a biosfera do plano terráqueo. O seu convite de renovação espiritual é destinado às almas em todas as faixas mentais de desenvolvimento: “vinde a mim todos que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei, tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim que sou pacífico e humilde de coração, e achareis a serenidade para as vossas almas” (Mateus 11. 28) Obs: jugo = obediência à moral dos ensinamentos do Cristo.


    Todo poder ligando o Céu e o planeta Terra esta sob a jurisdição do Cristo (Mateus 28. 18).

    ResponderExcluir
  12. Uma coisa é alma ser salva das tentações perturbadoras, das tribulações constritivas, e aliviada em suas dores íntimas. E outra coisa é alma alcançar a sua transmutação naturalmente na essência do seu ser para o reino de Deus - o mais elevado nível de consciência celestial, ou seja: ser Anjo, participar dessa natureza cósmica com plenitude de sua consciência espiritual.

    O espírito do profeta Elias quando foi arrebatado naquela existência não entrou no Céu de luz para participar como membro definitivo do Reino Celestial (João 3. 13), precisou retornar em outra reencarnação existencial 9 séculos depois, e viver como João Batista. E Jesus elucidou na época: " dos nascidos de mulher não apareceu alguém MAIOR que João, mas o MENOR no Reino dos céus é MAIOR que ele (Mateus 11. 1 - 14).

    Afirmou Jesus: Na casa do Pai há muitas moradas... Entendamos a casa de Deus é todo Universo composto de astros, luzes, seres, criaturas, forças, causas naturais e sobrenaturais, visíveis e invisíveis. Pois em Deus existimos, nos movemos, e temos a nossa razão de viver eternamente (Atos 17. 28).
    VIDA ALEM TUMULO


    As colônias paradisíacas são regiões no plano espiritual que servem de refrigérios e descanso benéfico à alma que sai da luta terrestre cheia de recalques e desgostos. Mas, não é uma passagem para aposentaria compulsória de repouso na inutilidade espiritual. E sim, dimensões de transição educativa, melhoramento, e cura, no equilíbrio psíquico e salutar da alma. Reflexionemos a parábola do mendigo Lázaro, que após sua morte corporal, foi conduzido pelos Anjos para o seio de Abraão (Lucas 16. 19 – 31), que é uma esfera paradisíaca que está vinculada à região dos espíritos que reencarnavam na linhagem do povo hebreu. Assim como Nosso Lar descrito na narração mediúnica de Francisco Cândido Xavier é também um paraíso espiritual educacional que está ligado aos seres espirituais que renascem na região do solo brasileiro.

    Os Anjos celestiais prestam assistência espiritual nessas dimensões extrafísicas de vida inteligente.

    Quando a alma se recompõe em toda a sua estrutura psíquica ela sente a necessidade de crescer interiormente para o reino no seio infinito do Pai Celestial, para participar intensamente do contexto dos espíritos santificados na luz divina. Ai é que labora o nascer de novo, a lei da reencarnação para despertamento e ascensão da alma, na Terra; ou, em outros planos siderais movimentados pelo infinito Poder de Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nem li,por que tenho certeza que esta totalmente fora do que eu creio e busco: a verdadeira e unica palavra de DEUS,o que não me edifica não me interessa,que DEUS tenha misericórdia da sua vida e que você venha entender o sacrifício de JESUS por você!

      Excluir
    2. Por isso que você, apesar de acreditar em Jesus, está cheio de dúvidas e preconceitos porque não busca entender as diferenças na fé, não procura sair alem de suas limitações de crenças convencionais. Você deve procurar descobrir DEUS EM ESPÍRITO E VERDADE no templo vivo da consciência e no altar do coração.

      Infelizmente ainda necessita de um Pastor, um Teólogo para tá lendo e interpretando a Bíblia p/ agregar conhecimentos...

      Siga a orientação do apóstolo Paulo: "examinai tudo e retende o melhor" - I Tess 5. 21

      Saiba que a palavra de Deus não limitada e Jesus veio dar vida e vida em abundancia.

      TIRA JESUS DA CRUZ...
      ELE JÁ RESSUSCITOU !

      Procuremos agora viver os seus ensinamentos !
      Aí sim, Jesus não morreu em vão por nós !

      Excluir
    3. meu querido,sua opinião é essa,só posso dizer a você sinto muito,não estou aqui pra discutir sobre religião o que você entende sobre isso!!engraçado você falar que eu estou limitado em crenças convencionais.Sem mais,DEUS te abençoe meu querido e cada um viva aquilo em que acredita,vc tem o direito de acreditar e eu o direito de discordar ou não.

      Excluir
    4. e só mais uma coisa,o tempo que vc perdendo aqui,colocando as suas ideias e sabendo que ninguém aqui vai concordar,procure um blog espirita ou crie um,assim vc verá como a sua necessidade de "aparecer" será preenchida,porque aqui meu irmão..."convém que ELE que cresça e eu diminua" por que vaidade e fruto da carne e pelo que pode ver vc sente uma grande necessidade de ser reconhecido...e mais..." OS INCOMODADOS QUE SE CONVERTAM"

      Excluir
    5. Orientou Jesus: "não acender a luz e deixá-la debaixo da mesa, mas sob o velador para clarear a todos - Mateus 5. 15"

      Aqui neste blog que diz de pessoas evangelizadas é que está reinando o "farisaísmo", de fachada.

      Eu não me sinto incomodado por esclarecer pessoas que se afirmam cristãs, e no entanto se esquecem de dar exemplos de um verdadeiro cristão: amor, humildade, simplicidade, lucidez, discernimento espiritual.

      NÃO ADIANTE SOMENTE SE REPORTAR AO SACRIFÍCIO DE JESUS NA CRUZ, e não dar exemplos de fé cristã: amor, respeito, humildade, solidariedade, conhecimento bíblico com vivencia cristã, e acima de tudo caridade moral cristã.

      Não estou perdendo o meu tempo, pois Jesus é quem vai me recompensar pelo conhecimento que estou ajudando a transmitir em seu nome à Luz do Espírito de Verdade DESFANATIZANDO esses Apóstolos bíblicos que pensam que a sua fé é superior a das outras crenças.

      Excluir
  13. WELLINGTON,

    o Abrahão Ribeiro é daqueles espíritas que tem vontade de ser cristão, mas ainda não teve coragem de largar o espiritismo e por estar em dúvida, fica tentando conciliar o inconciliável.

    Até hoje ele não respondeu uma pergunta que nenhum espírita consegue responder sobre a própria doutrina espírita, enrola mais que tudo, mas não sai do lugar.

    Estes textos que ele posta é CTRL-C e CTRL-V, tudo fora do contexto e harmonia com a bíblia.

    Já expliquei para ele que a doutrina espírita ACABA OU DEIXA NULO a mensagem da Cruz e a missão de Cristo.

    Por fim WELLINGTON, quero lhe responder uma pergunta que me fizeste lá atrás, sobre o cego de nascença:

    Deixo um texto que fiz e parte dele aborda o assunto:

    http://templojovemvirtual.blogspot.com.br/2011/10/jesus-era-contra-o-espiritismo-ou-nao.html

    Já lhe dou um resumo a resposta: Soberania Divina em seus propósitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A PAZ PASTOR,muito obrigado DEUS abençoe sempre,foi muito esclarecedor eu estava buscando mais opiniões dos irmãos pra concluir o meu entendimento sobre o estudo.

      JESUS abençoe sempre GRAÇA e PAZ!!

      Excluir
    2. COM JESUS aquele que quiser ser o maior no Reino Celeste, então que seja o servo de todos; (Mateus 11. 28-30)

      - Quem a si mesmo se exaltar, será humilhado (Mateus 23.12);

      - E OS ÚLTIMOS é que realmente serão os primeiros no Reino de Deus.

      Excluir
  14. DOUTRINA ESPÍRITA - O ESPÍRITO DE VERDADE

    O Consolador vos ensinará todas as coisas... (João 14. 26). Ainda tenho muito que vos dizer... Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, Ele vos guiará em toda a verdade, porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir (João 16. 12-13)

    A doutrina do Espírito e Verdade realiza o que Jesus disse do Consolador das Almas: conhecimento das causas e coisas, fazendo que o homem saiba donde vem, para onde vai e por que está na Terra.

    Conscientizemo-nos:
    É chegada esse tempo em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade, porque o Pai procura a tais que assim o adorem.

    Deus é Espírito, e importa que o adoremos em espírito e em verdade (João 4. 23-24). Porque todos que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus (Romanos 8. 13-16)

    A DOUTRINA espírita nos ensina a buscar a DEUS ESPÍRITO em espírito e verdade, conforme Jesus ensinou à Mulher samaritana, vide João 4. 23-24.

    A Doutrina Espírita realça que os servidores do Cristo não necessitam ser pagos: "DE GRAÇA RECEBESTES, DE GRAÇA DAI".

    Estudamos em seus belos conceitos que Deus é o Pai dos espíritos, vide Hebreus 12. 9 - E que que esses espíritos são nossos irmãos domiciliados em outras dimensões da vida celestial.

    São vários os “fenômenos e conceitos espíritas na Bíblia”. Vamos ver alguns no Evangelho: O ANJO GABRIEL, que aprendemos que é um mensageiro espiritual de nível superior e que presta assistência diante de Deus (Lucas 1. 19), se comunica pelo fenômeno da clarividência e faz as anunciações dos nascimentos de Jesus, e de João Batista (Lucas 1. 5-38). E SANCIONA AS EVIDENCIAS QUE JOÃO ERA A REENCARNAÇÃO DE ELIAS, conforme anunciam as profecias bíblicas.

    Lemos no Evangelho, em várias passagens, que o anjo (espírito) Gabriel presta assistência a José alertando-o em sonhos lúcidos, (fenômeno espírita de emancipação da alma), para que José saia urgentemente daquela região porque Herodes autorizara um decreto de mortandade a todos os recém-nascidos.

    Fenômenos espíritas na vida pública de Jesus:

    Cristo conversa amigavelmente com a legião de demônios (espírito voltados à prática do mal), e que estava incorporada no gadareno perturbado, e até atende aos DESEJOS dessa Legião, isto é, que Jesus não lhes mandassem de volta para o Abismo - região no plano espiritual onde as almas rebeladas são presas para expiar os erros e maldades "tipo as penitenciarias terrestres". Conforme relato JESUS não mandou a Legião para o Abismo, e sim para os porcos concordando com o desejo dessa Legião. Ocorreu um fenômeno de materialização impressionável que ocasionou o susto nos animais (Lucas 8. 26-39)

    JESUS SE TRANSFIGURA NO MONTE TABOR e aparecem visivelmente MOISÉS E ELIAS, almas desencarnadas que habitavam no plano extrafísico do astral. Ocorre um fenômeno de materialização fluídica pela condensação molecular do corpo de energia desses espíritos.

    JESUS pediu silêncio dos Apóstolos (Mateus 17. 9), Porque se os apóstolos falassem abertamente que Jesus havia se comunicado com esses espíritos no Tabor, fatalmente seriam APEDREJADOS CONFORME MANDAVA O Deuteronômio e o Levítico bíblicos

    Após a ressurreição do Cristo, ocorre em Jerusalém APARIÇÕES espirituais em massa, de gênero coletivo (manifestações espíritas grupal). VÁRIOS espíritos desencarnados se manifestam publicamente aos seus contemporâneos e comprovam assim a sobrevivência pós-túmulo, vide Mateus 27. 52-53

    JESUS PREGA O EVANGELHO TAMBÉM AOS MORTOS (espíritos desencarnados), vide notificação do apostolo Pedro, em primeiro Pedro 4. 6

    E ANUNCIA TAMBÉM O SEU EVANGELHO AOS ESPÍRITOS PRESOS no astral, os quais em outras vidas foram desobedientes às leis divinas (I Pedro 3. 18 - 19)

    - NÃO acrediteis em todo espírito, MAS PROVAI SE OS ESPÍRITOS SÃO DE DEUS (I João 4. 1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O poder da ressurreição vem de Cristo. A Bíblia diz em 1 Coríntios 15:21-22 “Porque, assim como por um homem veio a morte, também por um homem veio a ressurreição dos mortos. Pois como em Adão todos morrem, do mesmo modo em Cristo todos serão vivificados.”

      Por que Deus deu o Seu Filho ao mundo? A Bíblia diz em João 3:16 “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

      Ambos os justos e os impios serão ressuscitados. A Bíblia diz em João 5:28-29 “Não vos admireis disso, porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz e sairão: os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida, e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo.”

      Os justos serão ressuscitados na Segunda Vinda de Cristo. A Bíblia diz em 1 Tessalonicenses 4:16-17 “Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor.”

      Que acontecerá depois da ressurreição? A Bíblia diz em Filipenses 3:20-21 “Mas a nossa pátria está nos céus, donde também aguardamos um Salvador, o Senhor Jesus Cristo, que transformará o corpo da nossa humilhação, para ser conforme ao corpo da sua glória, segundo o seu eficaz poder de até sujeitar a si todas as coisas.”

      Por quanto tempo viverão os justos ressuscitados? A Bíblia diz em Lucas 20:36 “Porque já não podem mais morrer; pois são iguais aos anjos, e são filhos de Deus, sendo filhos da ressurreição.”

      Quanto tempo têm que esperar os impíos depois da primeira ressurreição para que eles mesmos sejam ressuscitados? A Bíblia diz em Apocalipse 20:4-5 “E eles [os justos] reviveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. (Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se completassem.).”

      Qual é o destino dos impíos? A Bíblia diz em Apocalipse 20:9 “Mas desceu fogo do céu, e os devorou.”

      Quem são os impíos? A Bíblia diz em Apocalipse 21:8 “Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.”

      Que diz a Bíblia sobre o céu? A Bíblia diz em João 14:2-3 “Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar. E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.”

      O conceito de céu é fora do alcance da nossa comprensão. A Bíblia diz em 1 Coríntios 2:9 “Mas, como está escrito: As coisas que olhos não viram, nem ouvidos ouviram, nem penetraram o coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.”

      Excluir
    2. Como descreveu Isaías o céu? A Bíblia diz em Isaías 65:21-23 “E eles edificarão casas, e as habitarão; e plantarão vinhas, e comerão o fruto delas. Não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus escolhidos gozarão por longo tempo das obras das suas mãos: Não trabalharão debalde, nem terão filhos para calamidade; porque serão a descendência dos benditos do Senhor, e os seus descendentes estarão com eles.”

      Haverá paz até no reino animal. A Bíblia diz em Isaías 65:25 “O lobo e o cordeiro juntos se apascentarão, o leão comerá palha como o boi; e pó será a comida da serpente. Não farão mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o Senhor.”

      Os deficientes serão curados. A Bíblia diz em Isaías 35:5-6 “Então os olhos dos cegos serão abertos, e os ouvidos dos surdos se desimpedirão. Então o coxo saltará como o cervo, e a língua do mudo cantará de alegria.”

      Deus viverá com o Seu povo e não haverá mais morte, lamento ou dor. A Bíblia diz em Apocalipse 21:3-4 “E ouvi uma grande voz, vinda do trono, que dizia: Eis que o tabernáculo de Deus está com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e Deus mesmo estará com eles. Ele enxugará de seus olhos toda lágrima; e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem lamento, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.”

      Excluir
  15. Abrahão se eu fosse explicar tudo o que você mencionou acima, que é completamente desfocado e interpretado de forma errada, eu faria um texto enorme, mas como já expliquei muita coisa, só vou resumir o principal:

    Ressuscitar não é reencarnar - leia a diferença em qualquer dicionário meu caro.

    Jesus não foi pregar o evangelho para os mortos, foi anunciar sua vitória para os que estavam no inferno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro irmão Pastor,

      Você é dos cegos teimosos "cabeça dura" vou te passar o texto bíblico, alguém com mais discernimento espiritual que você, certamente " vai ter olhos para ver, e ouvidos para entender"

      " Porque por isso foi pregado o Evangelho TAMBÉM AOS MORTOS, para que, na verdade, fossem julgados segundo os homens na carne, mas vivessem segundo Deus em espírito" - I Pedro 4. 6

      " No qual TAMBÉM foi e pregou AOS ESPÍRITOS em prisão; OS QUAIS em outro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava nos dias de Noé. - I Pedro 3. 19 - 20

      JESUS FOI AJUDAR, RESGATAR AS ALMAS QUE ESTAVAM SOFRENDO NO INFERNO. Ele não foi somente se exibir no Inferno... Ele foi iluminar e salvar almas que sofriam no Inferno.

      O INFERNO TAMBÉM ESTÁ SOB A JURISDIÇÃO DO CRISTO CELESTE (vide Apocalipse 1. 18)

      Excluir
  16. NENHUMA CRIATURA DE DEUS fica sofrendo eternamente no Inferno

    " Se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o, e atira-o para longe de ti, MELHOR TE É ENTRAR NA VIDA COXO, OU ALEIJADO, do que, tendo as duas mãos ou os dois pés e seres lançado no fogo eterno. (MATEUS 18. 8 - 9)

    JESUS ESTÁ passando o real entendimento sobre os sofrimentos da ALMA neste mundo de provações

    " Ai do mundo, por causa dos escândalos... Mas ai do homem por quem o escândalo vem (MATEUS 18. 7)

    Se Deus é Justiça plena, é também amor infinito.

    O Ser não pode ficar eternamente em situação de degredo no inferno espiritual. Pois se o próprio átomo possui propriedades elétricas indestrutíveis e com isso se tornam imortais, passando por constantes mutações na combinação e formação de novas substâncias da matéria, expandindo no espaço e tempo o universo da criação de Deus.

    Assim é, que, aqueles que se encontram em condição infeliz no Cosmo Espiritual, são chamados noutros tempos para participarem do trabalho progressivo da vida material em busca da perfeição celestial, bloqueados nos organismos que foram motivos de suas quedas em suas preexistências; ao invés de permanecerem consumindo o fogo dos remorsos para sempre em seus corpos espirituais. Por isso sentenciou o Cristo: melhor é, à criatura, entrar na vida material com um corpo deficiente; do que, com todos os seus membros ser precipitada no inferno eterno (Mateus 18. 8 a 9).

    ResponderExcluir
  17. Conselhos importantes sobretudo aos mais jovens para se ter uma vida saudável

    * Um Cristão não deve escutar ou mesmo visitar denominações que não comungam a mesma doutrina de sua Igreja;

    *Nunca nunca ingerir bebidas alcoólicas, pois estas são verdadeiros portais infernais para os Cristãos(as) pois atrai diversos demônios. E para o homem é terrível porque diminui os níveis de testosterona levando a perda da libido. Fica broxa;

    *Manter-se longe das servas de satã(mulheres altamente sensuais) estas certamente te arrastarão para o fundo do poço da vida espiritual, moral e até mesmo material. Já ví muiiito disso na Igreja dando até pena de ver pessoas de cabeça baixa por vergonha de Deus e dos homens. Vida sentimental é o que mais derruba homens e mulheres de Deus. Item muito importante este;

    *Orar diariamente e ler a bíblia TUDO SEM FANATISMO é claro;

    *Não dar ouvidos a falsas doutrinas como espiritismo, esoterismo, Test. de Jeová, Adventismo, paganismos, teol. da prosp, Igreja Univ...e outras;

    * Quanto a consultar os mortos a bíblia é clara em DT 18:10-13

    *Buscar também literaturas de cunho psicológico que esclareçam sobre o ego e suas armadilhas pois é de suma importância para o Cristão saber sobre a sua falsa percepção de si mesmo.

    ResponderExcluir
  18. Hugo Viana
    Acho que em toda essa discussão, está havendo um engano. Pecado não é maldição. Veja o seguinte "O que é Maldição: Maldição é a ação efetiva de um poder sobrenatural, caracterizada pela adversidade que traz, sendo geralmente usada para expressar o azar ou algo ruim na vida de uma pessoa. Antigamente era algo semelhante a um "Feitiço" ou "Encantamento", mas que só causa o mal à pessoa. Algumas pessoas acreditam que uma maldição pode até matar. A maldição foi manifestada primeiramente nos relatos bíblicos. A maldição não pode ser revogada até que um poder espiritual superior intervenha trazendo libertação. Existe vários tipos de maldição entre elas existem a maldição mandada e a maldição hereditária. Então cada um paga o seu pecado como diz a Bíblia, mais os filhos sim pagam com as consequências. A Bíblia toda esta cheia de relatos que poderemos chamar de maldições deixadas pelos seus pais. O Texto acima do Samuel Elias, faz uma confusão a respeito disto. Além do mais o Texto do Profeta Ezequiel, é uma profecia ao povo de Israel no Milênio, pois depois desta palavra de Ezequiel, nunca mais o seu povo conseguiu cumprir um só pacto com Ele (Deus). Então lá sim a morte será uma exceção e só morrerá quem pecar. Nenhum filho mais vai sofrer as consequência dos atos de seus pais. Só lá. No nosso tempo, ainda sentimos as consequência dos desmandos de nossos pais e temos sim que pedi a Deus perdão por seus pecados, que nos trouxe tantas dores, fatos estes que aconteceu durante toda a vida do povo de Israel e o ilustre profeta Daniel Cap 9-1 a 19, pediu sim perdão pelos seus pecados e de seus pais claramente, Esdras e Neemias Também Veja :“Aqueles que dentre vós ficarem serão consumidos pela sua iniquidade nas terras dos vossos inimigos e pela iniquidade de seus pais com eles serão consumidos. Mas, se confessarem a sua iniquidade e a iniquidade de seus pais, na infidelidade que cometeram contra mim, como também confessarem que andaram contrariamente para comigo,... então, me lembrarei da minha aliança com Jacó.” (Levítico 26:39, 40, 42) A questão de maldição é consequência e não de expiar pecados de pais. Não ha como, mais pela misericórdia de Deus ela abranda as consequência sim, É isto a questão toda. Parem de confundir o povo. Toda a saga do povo de israel foi repleta de maldições. Até hoje as 10 tribos de Israel estão perdidas e dispersas em redor do mundo por causa de maldição dos seus pais. Veja a proposta de Deus a Israel e a todo o mundo Deuteronômio Cap 28, sobre benção e maldições. Está lá. Tão simples. Ninguém prega que em sã consciência que se pode pedir a Deus para perdoar pecados de mortos. Jamais. Toda e qualquer maldição cai aos pés da Cruz. Isto eu creio, pois o sacrifício de Cristo é muito maior de qualquer maldição. Prego isto sim, mais para chegar até ai, há um processo. Arrependimento genuíno, e libertação. Uma outra história.

    ResponderExcluir
  19. Pecado não é maldição?

    Respeito cada ponto de vista, mas logo de início, dá para perceber que este ponto vista não tem base na bíblia, o resto de seu comentário foge do artigo que escrevi, lei mais uma vez, acredito que você não entendeu.

    ResponderExcluir
  20. A Paz do Senhor. Peço ajuda nos fatos que passo a narrar: Vivo maritalmente e resolvi me casar, mas minha mulher está com medo,disse-me ela que todos os homens que se casaram com alguém da família dela, morreram logo depois dos casamentos, a começar pela mãe que viveu maritalmente por 20 anos, resolveram casar-se e 2 meses após o padastro morreu. Com irmã mais velha aconteceu o mesmo, após o casamento, 7 meses, o marido morreu; a irmão mais nova vive 15 anos maritalmente e não se casa pelo mesmo motivo. Soube na igreja que estamos iniciando nossa caminhada, que se trata de maldição hereditária. Gostaria de saber o que fazer ? Como faço para quebrar essa maldição ? o senhor pode me ajudar ?

    ResponderExcluir
  21. Caro Elias, parabéns pelo texto, edificante !
    Mas fiquei decepcionada com o comentário mencionado por você no dia 05/03/2014 que diz: "O dia que eu distorcer o evangelho de Cristo, serei espírita ou católico".
    Vou falar de forma construtiva: Amigo cuidado com esse dedo que tu aponta na cara do teu irmão, você só afasta as pessoas, protestantes não são donos da absoluta verdade.

    PENSE SOBRE ISSO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo...acho que a frase seria mais apropriada assim: " o dia que eu distorcer o evangelho de Cristo, serei um mentiroso"

      Excluir
  22. Ao homem está determinado morrer uma única vez (Hb 9,27)....logo não a reencarnação...certo?

    ResponderExcluir
  23. SAMUEL, DEUS TE ABENÇOE MUITO, GOSTEI MUITO DO QUE LI, MUITO ESCLARECEDOR...CONTINUE ASSIM. ABÇS

    ResponderExcluir
  24. Pastor meu nome como o seu também é Samuel . oi sobre seu artigo maldição hereditária e me impressionou muito sua sabedoria no assunto. Eu soy filho de um pai judeu e uma mãe católica meus avós foram assassinados na 2a. Guerra pelos nazistas eu fiquei órfão aos 10 anos perdi meu pai e aos 14 minha mãe faleceu. Meu pai no pouco tempo de vida que eu o conheci foi um homem trabalhador construiu uma casa uma mansão até com piscina. Era realmente enorme. Mas em pouco tempo eu vi tudo sendo dilapidado ou sumindo. Posso dizer a vida é mesmo curta.enfim daí eu cresci casei e sou pai. Mas meu casamento foi um. fracasso e meu filhos todos tem um vida derrotada. Por isso venho humildemente pedir sua ajuda pois não sei porque nem como posso mudar está situação. Por favor pastor me ajude.
    At
    Samuel Aron Akiersztajn
    email. samuelakiersztajn@hotmail.com
    Telefone. (41)9803-5276
    (41)9224-5276
    (41)3069-0125
    Curitiba - Paraná. - CEP 81925-596

    ResponderExcluir