Seja bem vindo

"Bem aventurados os irrepreensíveis no seu caminho, que andam na Lei do Senhor. Bem aventurados os que guardam suas prescrições e o buscam de todo o coração; não praticam iniquidade e andam nos seus caminhos. Tu ordenaste os teus mandamentos, para que os cumpramos à risca. Tomara sejam firmes os meus passos, para que eu observe os teus preceitos." Salmos 119:1-5



domingo, 6 de novembro de 2011

Devemos comemorar o natal mesmo sabendo que é uma festa pagã?


Antes de responder a pergunta, creio que devo falar a priori porque o natal é uma festa pagã (farei um breve resumo, pois não é sobre isto que quero falar como tema).
Em primeiro lugar, em parte alguma da palavra de Deus, o Senhor nos manda comemorar seu nascimento, mas sim recordarmos de sua morte e ressurreição (1 Coríntios 11:23-27), pois Jesus nasce para nós no dia em que o aceitamos como nosso salvador. Além do mais, a bíblia também não narra à data de seu nascimento.
Tal data (25 de dezembro) era utilizada em comemoração a um deus chamado “Mitra”, cultuado pelos romanos, sendo que este era tido como um “espírito” (espírito de natal), algo que não conseguiu ser tirado daquele povo, ao que com a cristianização do império romano, houve uma “adequação” deste costume o introduzindo no cristianismo, então se colocou como se fosse o nascimento do Cristo.
Outro símbolo do natal (que para mim é o maior) é a árvore de natal, algo que surgiu antes de Mitra. Vemos o costume em cortar ou ter uma árvore verde enfeitada nos tempos bíblicos, algo que o Senhor detestava, pois era uma adoração aos deuses daquela época, temos tais passagens em Jeremias 10:3-4 onde relata os enfeites na mesma, Jeremias 2:20 que fala da adoração que era feita nestas árvores verdes, sem mencionar que tem uma infinidade de trechos que fala sobre esta abominação.
Poderia falar mais, com relação ao solstício (o nascer de um novo dia do natal – prática originada no Egito) ou do Papai Noel (que foi uma inclusão mais comercial que trouxe em si o paganismo de santos católico – São Nicolau), mas vamos parar por aqui, pois já deu para perceber que tal festa não é cristã, mas pagã.
Então vamos à pergunta, devemos comemorar esta festa que é pagã como se fosse uma festa bíblica?
Há muita diferença entre comemorar e participar.
Não devemos comemorar o natal, ainda mais sabendo que ele é originalmente pagão. Em 2 Coríntios 6:14-16 temos a direção para não misturar luz com as trevas, não há concordância entre Cristo e o diabo, nem muito menos Deus com os ídolos. Esta adaptação feita pela igreja católica misturando cristianismo com paganismo não pode continuar com a Igreja verdadeira de Jesus após o esclarecimento de tais fatos.
Deus não leva em conta o tempo de ignorância, porém não somos mais isentos depois que conhecemos a verdade. Não nos foi permitido este “ecumenismo cultural”, assim, não devemos nos apegar naquilo que sabemos que faz parte de idolatrias.
Podemos participar quando convidados! Vou explicar. Nós não devemos ser xiitas (pessoas extremistas ao ponto de rejeitar os infiéis), somos evangélicos, temos que testemunhar de Jesus em toda e qualquer oportunidade.
Minha família nunca teve o costume de comemorar o natal, mas a família de minha esposa tem, e desde quando nos casamos vejo que é a única vez no ano que a família dela quase toda se reúne é nesta época. Assim como Paulo disse para aproveitarmos as oportunidades, mesmo sendo uma festa pagã, é uma grande oportunidade de falarmos de Jesus para as pessoas da família.
O livro de Atos 17:22-23 vemos Paulo aproveitando uma oportunidade de evangelizar no meio de cultos pagãos, ainda mais se utilizando de um que era um símbolo deles (dos pagãos) para falar de Deus.
Imagina você falando no natal de sua família de um Jesus que deve ser lembrado todos os dias, e não apenas em um, de um Jesus que é salvador, que morreu por nossos pecados, que une as famílias não apenas em um dia e que nos outro é só briga, mas um Jesus que traz o amor e a unidade o ano todo? É uma grande oportunidade de falar do verdadeiro Jesus, assim como Paulo, devemos usar de sabedoria até mesmo para evangelizar, aproveitando toda oportunidade, sem se misturar com o que é profano.
Talvez você possa pensar, então não devo enfeitar minha casa, lhe digo, de árvore de natal, papai Noel, guirlandas, renas não, mas você pode colocar luzes (pisca-pisca), pois nesta data de dezembro há uma festa chamada festa das luzes ou dedicação, em hebraico é chamada de Chanukah que até mesmo Jesus celebrou (João 10:22), então é algo que você pode usar, mas desde que você não as coloque como uma dedicação ao natal, mas sim como se lembrando da purificação do Templo, algo que sempre tem que acontecer conosco, purificar nossa vida, dedicar nossa vida à Deus, pois isto é o que se celebra nesta festa, a dedicação de algo que um dia foi profanado para ser santificado outra vez.
Que Deu lhe abençoe e qualquer dúvida, farei o possível para responder.
Artigos relacionados:

Deus é ou não onisciente:
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/09/deus-e-ou-nao-onisciente.html

Errais não conhecendo as escrituras e nem o poder de Deus:
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/09/errais-nao-conhecendo-as-escrituras-e.html

Maria, amá-la ou odiá-la:
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2010/12/maria-ama-la-ou-odia-la.html

Não deixem de ir até o final do blog para ver artigos que são os mais acessados

4 comentários:

  1. A paz do Senhor irmão.

    Eu antes de ser Cristão, já não gostava de festas de natal, páscoa, essas festas tradicionais, hoje como servo de Jesus e conhecendo um pouco da palavra, o que era pouco ficou nulo.

    Pois nem luzes eu concordo em colocar, senão parece que você está dizendo assim: "Olha não estou comemorando o natal não, é só para não passar em branco". Cada um tem o seu posicionamento em relação a festas tradicionais, eu prefiro nem colocar nada, concordo com o irmão, quando fala em está nesse dia com a família, para aproveitar o momento e falar do Jesus verdadeiro, mostrar o seu testemunho e mudança de vida que a palavra de Deus fez.
    Mas se o coração do irmão não o condena eu também não.
    Para minha família(esposa e filho e eu)é um dia normal e como qualquer outro, se minhas irmãs e minha mãe e meu pai não vem em minha casa nesse dia, durmo no horario normal e não me preocupo em sair para abraçar os vizinhos, até por que se você não fala em outros dias por que só nesse dia tu vai falar.
    Eu não comemoro, não enfeito minha casa nem de árvore e nem de pisca-pisca.

    A paz do Senhor Jesus Cristo

    ResponderExcluir
  2. ELISEU RICARDO DA SILVA25 de dezembro de 2013 13:20

    a paz do senhor jesus para todos

    PARABENS PARA O IRMÃO, COMO CRISTÃOS NÓS TEMOS QUE SER VERDADEIRO, NÓS NÃO TEMOS QUE FICAR EM CIMA DO MURO SÓ PARA AGRADAR ALGUEM, A VERDADE É UMA SÓ, '''DEUS''' É BEM CLARO ELE NÃO ACEITA QUE NÓS APRENDEMOS OS COSTUMES DO MUNDO, EU E MINHA FAMILIA NUNCA TIVEMOS PROBLEMAS COM ESTAS COISAS, AFINAL DE CONTAS NÓS MORREMOS PARA O MUNDO, AS COISAS VELHAS JÁ PASSARAM EIS QUE TUDO SE FEZ NOVO, E NÓS SABEMOS QUEM ESTA POR TRAS DE TUDO ISSO OU NÃO, É MELHOR AGRADAR A DEUS E NÃO SER IMPARCIAL,CONTINUEMOS UNIDOS NESSE PENSAMENTO ATÉ A VOLTA DE JESUS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz do Senhor irmão.

      Plenamente de acordo.

      Excluir