Seja bem vindo

"Bem aventurados os irrepreensíveis no seu caminho, que andam na Lei do Senhor. Bem aventurados os que guardam suas prescrições e o buscam de todo o coração; não praticam iniquidade e andam nos seus caminhos. Tu ordenaste os teus mandamentos, para que os cumpramos à risca. Tomara sejam firmes os meus passos, para que eu observe os teus preceitos." Salmos 119:1-5



terça-feira, 17 de abril de 2012

O $how tem que parar! A hipocrisia vestida de defesa da fé.


Há um movimento que tem levantado uma bandeira chamada de “O Show tem que parar”, sob o pretexto de serem defensores do “verdadeiro evangelho”, combatendo pregadores da teologia da prosperidade, grupos de louvor e cantores, Igrejas renovadas, movimentos de avivamento, células e outros mais.
Percebe-se também um apoio de muitos blogs e sites a estes, dando ênfase ou até mesmo participando.
Este movimento para quem não sabe, vai até as Igrejas ou eventos evangélicos e lá exibem cartazes, planfetos e tentam “bagunçar” a cabeça de quem está participando do evento ou que freqüenta a Igreja.
Olha, sinceramente acho isto um movimento mais para badernista do que para um com boas intenções.
Por mais que tenho minhas diferenças com a IURD, Mundial, teologia da prosperidade e coisas do gênero, isto não me dá o direito de ir até estes lugares, tentar me infiltrar e pregar a doutrina que tenho seguido. Calma lá!
Há uma grande diferença entre falarmos em NOSSA congregação a respeito destas doutrinas e IR onde são pregadas para fazer uma bagunça na mente das pessoas que lá estão.
Devemos antes de tudo saber se os pilares da salvação estão sendo pregados, isto é, Só Jesus Salva pela fé, tem a ceia, batismo, não aceitam a idolatria. Então meu caro, se seguem no mínino estes princípios, é DEUS que vai tratar com estes se estão incrementando algo que Ele desaprova.
É muito sério isto. Paulo em Filipenses 1:15-18 denota algo semelhante, o que importa é se os pilares da salvação estão certos, o mais, Deus mesmo tratará com estes que pregam por inveja, porfia, ganância ou sem um completo discernimento.
Aqui no blog mesmo ponho minhas posições para os que membros de minha comunidade, seguidores do blog e outros, procuram e segue quem quer. Porém isto não me dá o direito de ir até uma IURD e lá dizer que eles precisam conhecer o verdadeiro evangelho e nem ir a um lugar onde está acontecendo uma evento de teologia de prosperidade e falar para eles voltarem a um evangelho puro e simples.
Fico observando e analisando este povo e mais parecem militantes petistas, do tipo, fomos lá, estendo faixas, abordando pessoas e não fomos “bem recebidos”. Ora, o que vocês querem?
Se querem fazer o certo, liguem para o líder e converse com ele, mas fazer bagunça e depois dá uma de coitado é piada.
O que acho mais engraçado é que só querem ir nas igrejas evangélicas. Por que não vão lá em Aparecida e começam a dizer “a idolatria e mariolatria tem que parar”, no espiritismo “Só Jesus salva a auto salvação tem que parar” e por aí vai.
Na verdade estes são os que a palavra diz em Gálatas 5:20 e I Coríntios 3:3, os que tem em si dissensões que são provenientes puramente da carne.
Devo ainda salientar que se a obra é de Deus, o Senhor é que cuida, então pra que fazer contendas? Em todo lugar, inclusive ate onde freqüentamos sempre haverá algo que poderia ser mudado, mas isto não nos dá o direito de agirmos como contendores uns dos outros. A crítica tem que ficar num campo bairrista, ou seja, vinculada a sua comunidade onde cada uma tem uma doutrina, quem quiser que vá até onde estamos ou leiam nossos ideais e se quiserem fiquem conosco, mas sem precisar bater de frente com aqueles que fazem parte do povo de Deus.
As pessoas não sabem direito o que é defesa da fé e começam a fazer bobagens. E ainda são incitados por pessoas que estão bem longe de Deus.
Apologética com humor o caramba! As coisas de Deus são sérias.
Há uma tendência em criticar as danças como a que a Ana Paula Valadão fez ao imitar m leão, fazendo chacota, montagens levianas e etc. Amados, se o que ela fez você acha errado, que faça uma crítica moderada, pois há pessoas que não conhecem a Deus e dependendo que falamos, podem se distanciar mais ainda ao ver nossa opinião de forma vexatória.
O que sempre faço quando vejo algo diferente para mim é orar. Dependendo do caso, falo algo para os meus ou aqui no blog, mas de forma moderada, sem perseguição.
O bom senso deve estar na vida do crente.
O negócio é que tem muitos que já se desviaram e estão possessos de demônios e não se dão conta que estão fazendo mal para a obra de Deus. Tem muitos sites e movimentos ou até mesmo pessoas que visitam nossas Igrejas, só para trazer confusão e dissensões ao se auto proclamarem baluartes da verdadeira palavra e não se tocam que estão mais vazios do que nunca!
Se fossem adeptos do verdadeiro evangelho, iriam pregar para os perdidos, pois há muitos e não ficar querendo se promover como a patrulha gospel!
Vez em quando aparece um aqui (não deste grupo do show tem que parar) na Igreja que freqüento para criticar algo como, a bateria, as danças, o estilo de música, a liberação das mulheres serem pastoras e até mesmo a forma que evangelizamos. Estes quando começo a conversar já noto que precisam primeiro se converter, se libertarem de um farisaísmo hipócrita e se arrependerem por trazem contendas na obra de Deus.
Podemos ter diferenças e até fazer críticas, mas nunca podemos ir para o campo do enfrentamento. Tudo deve ter moderação e sabedoria para não parecermos tolos.
Paulo quando contendia com os outros era porque estes vinham até ele. Ele nunca foi até os da circuncisão para discutir com eles, sempre ele que foi provocado e tinha que tomar (é claro) uma posição. O enfrentamento entre nós não é algo nosso. Oremos uns pelos outros, pois há enfrentamentos com as obras das trevas e estes muitos não tem feito, sendo que devemos. Estes sim!
No mais queridos leitores, deixemos a hipocrisia de lado, este bordão que “minha denominação é melhor que a sua”. É bom que venham os escândalos (Lucas 17:1-2), mas não seremos nós que vamos tratar com os que trazem, é Deus! Apenas reprove, porém prive pela não banalização do evangelho para os que estão de fora.
Que Deus vos abençoe e seja um VERDADEIRO defensor da fé sua e das pessoas, pois do evangelho Deus cuida.

Artigos relacionados:

Hipocrisia, um mal que assola a Igreja
http://templojovemvirtual.blogspot.com.br/2011/05/hipocrisia-um-mal-que-assola-igreja.html

Crentes tradicionais x crentes pentecostais
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/02/crentes-tradicionais-x-pentecostais-por.html

Errais não conhecendo as escrituras e nem o poder de Deus:
http://templojovemvirtual.blogspot.com/2011/09/errais-nao-conhecendo-as-escrituras-e.html

A importância de frequantar a Igreja
http://templojovemvirtual.blogspot.com.br/2011/09/importancia-de-se-frequentar-igreja.html

Cair pelo poder de Deus é algo certo, bíblico?
http://templojovemvirtual.blogspot.com.br/2011/11/cair-pelo-poder-de-deus-e-algo-certo.html

Não deixem de ir até o final do blog para ver artigos que são os mais acessados.

4 comentários:

  1. Oi SAMUEL A PAZ IRMÂO !!

    Fiquei um bom tempo sem entrar no seu blog, andei muito ocupado, sabe que aprendo muito com o amado irmão, mas não pude deixar de comentar este maravilhoso artigo que acabei de ler, e concordar contigo.

    "Podemos ter diferenças e até fazer críticas, mas nunca podemos ir para o campo do enfrentamento. Tudo deve ter moderação e sabedoria para não parecermos tolos."

    Falo de mim não para me vangloriar (misericordia) mas para exemplificar, aqui na minha cidade procuro ajudar algumas pessoas que tem dificuldades em varias áreas inclusive espirituais. E porque eu vou gastar tempo com minhas diferenças com as denominações ?(isso e meu e pessoal), como já lhe disse estou afastado da denominações definitivamente, mas nunca de Jesus (ainda assim sou "julgado" por isso.. rss), as pessoas sabem que vivo uma vida cristã marido fiel, não tenho inimigos não bebo e tals, alguns me pedem orações e ate orientações, porém sabemos que temos muitos jovens na fé que ainda não tem sua fé estruturada e não suportam certas coisas (diferenças teologicas e doutrinarias) que o pior podem voltar para o mundo, por isso indico para ficarem firmes na igreja buscar Jesus buscarem o conhecimento (jamais exponho meus pontos de vista), e alem disso pratico ama-los de verdade, numa dessas foi R$ 100,00 sem expectativa de retorno rsss., as vezes tem que doer no bolso mesmo ajudar alguêm sem olhar a quem, na pratica e mais dificil que o discurso.

    Por isso concordo contigo em numero genero e grau que falta nestes baderneiros se tornarem discípulos do Mestre e AMAREM o PROXIMO, imaginem ao inves de organizarem manifestações contra as denominações não fizessem campanha do agasalho, sopão para os famintos, entre tantas coisas para se fazer o Bem. porém e mais fácil o discurso.

    PAZ !!

    José !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, obrigado pela visita e o ponto de vista postado.

      Excluir
  2. Excelente matéria Samuel, ví de perto esse movimento e em parte até me identifiquei com ele no início, mas depois vemos claramente que eles querem mesmo é mostrar a bandeira deles, puro fundamentalismo evangélico, se fosse algo bom eles iriam atrás dos perdidos, desviados, pessoas estão longe de Deus, muitas vezes influenciadas até por pessoas desses movimentos mesmo.
    Podemos até questionar alguma prática que não achamos correta dentro de nossas congregações, mas isso deve ser feito com respeito e principalmente com a pessoa, novos na fé não precisam e nem devem ser expostos a essa espécie de extremismo religioso disfarçado de apologéticos.

    ResponderExcluir